Sete startups são selecionadas para 4ª edição de programa de inovação aberta do Bradesco

Redação - O Estado de S.Paulo

07/05/2018 | 07h00    

Empresas selecionadas pelo inovaBra startups trabalham com soluções em crédito, atendimento ao cliente e outros serviços financeiros

Mauricio Minas, vice-presidente executivo do Bradesco, durante imersão com startups do programa inovaBra startups. Foto: Divulgação

Mauricio Minas, vice-presidente executivo do Bradesco, durante imersão com startups do programa inovaBra startups. Foto: Divulgação Foto: Divulgação

O Bradesco anunciou na quinta (03) as finalistas da 4ª edição do inovaBra startups, seu programa de inovação aberta que busca novos modelos de negócio aplicáveis ou adaptáveis aos produtos e serviços financeiros do banco.

São elas: Segurize, MaxxMobi, Dualk, Banib, Rankdone, Dataholics e PhdRisk.

As sete empresas seguem para a fase de concepção do projeto, na qual receberão orientação para atender a uma necessidade real do banco. Elas terão apoio no desenvolvimento do produto ou serviço e adaptação da solução ao ambiente do Bradesco. Ao final do programa, as empresas terão a possibilidade de comercializar seus produtos para o Bradesco, que poderá ainda ser um investidor estratégico.

Entre os projetos selecionados estão negócios de análise de crédito, meios de pagamento, atendimento e negócios imobiliários. A MaxxMobi, de Salvador, por exemplo, oferece uma plataforma de atendimento ao cliente feito por Whatsapp ou Telegram. Já a paulistana Rankdone trabalha processos de recrutamento com API que utilizam ATS (Applicant Tracking System).

A 4ª edição do inovaBra startups recebeu 1.517 inscrições de todo o Brasil. Desde 2015, quando foi lançado, o programa contou com a inscrição de cerca de 3.200 empresas, sendo que 30 chegaram à etapa final, concluindo com sucesso a formatação do Produto Mínimo Viável (MVP) de suas soluções. Dessas, oito startups já foram contratadas pelo banco para serem parceiras estratégicas e duas estão em análise. Três empresas já receberam aporte do inovaBra Venture: Rede Frete Fácil, Semantix e R3.

Novo formato. Desde 2015 o Bradesco vinha lançando uma única chamada pública anual para receber as inscrições das startups interessadas em participar do programa. A partir de junho deste ano, as inscrições poderão ser feitas a qualquer momento pelo site e haverá uma triagem mensal das candidaturas.

Segundo o diretor-executivo Luca Cavalcanti, "a procura pelo programa sempre foi grande ao longo do ano e não fazia sentido manter os interessados aguardando até o início de uma nova edição para apresentar suas propostas."

Siga o Estadão PME nas redes sociais:

Instagram: @estadaopme

Twitter: @estadaopme

Facebook: estadaopme