Programa vai acelerar negócios de impacto social

Redação - O Estado de S.Paulo

05/09/2017 | 14h13    

No total, até 20 startups serão selecionados; as inscrições são gratuitas e podem ser feitas até 17 de setembro

Startups que desenvolvem soluções de impacto social e atuam com mobilidade têm uma oportunidade de serem aceleradas. Trata-se do Ford Fund Lab: Inovação e Mobilidade, um programa da Artemisia e do Ford Fund, braço filantrópico da Ford, que vai selecionar e apoiar empreendedores focados nessa temática.

O programa tem como objetivo fortalecer uma nova geração de negócios de impacto social no setor de mobilidade. Para isso, as organizações irão identificar e selecionar startups de todo o Brasil, em estágio de validação de produto ou serviço que apresentem soluções inovadoras e com potencial de gerar alto impacto social para pessoas da baixa renda. 

 

O processo de aceleração vai durar cinco semanas e tem como base a metodologia exclusiva da Artemisia, pioneira no fomento de negócios de impacto social no Brasil. Os inscritos passarão por um processo de seleção com três fases eliminatórias: análise das informações preenchidas no formulário de inscrição; entrevista com negócios mais alinhados; e seleção final pelo comitê.

 

Até 20 startups serão selecionadas e terão acesso a ferramentas inovadoras, conteúdos exclusivos, conexão com outros empreendedores do setor e mentorias com especialistas de negócio, impacto social e mobilidade. Todo o programa foi elaborado para que os empreendedores possam ter maior clareza sobre os próximos passos de seu negócio, para que avancem no desenvolvimento de sua solução e estejam mais preparados para crescer e impactar positivamente a sociedade dentro do setor atuante. 

Ao final do programa, serão escolhidos até 3 negócios que se destacarem ao longo do processo que poderão receber um investimento inicial doado pela Ford Fund e mentorias pós-programa, com o intuito de potencializar o desenvolvimento de seus negócios.

Os negócios de impacto social são empresas que oferecem, de forma intencional, soluções para problemas sociais da população de baixa renda. De acordo com a Artemisia, as principais características desse tipo de negócio são: foco na base da pirâmide (desenhados de acordo com as necessidades e características da população de baixa renda); intencionalidade (que possuem a missão explícita de causar impacto social e são geridos por empreendedores éticos e responsáveis); potencial de escala (podem ampliar o alcance por meio da expansão do próprio negócio); rentabilidade (possuem um modelo robusto que garante a rentabilidade sem depender de doações ou subsídios); impacto social relacionado à atividade principal (o produto ou serviço gera diretamente impacto social); e distribuição ou não de dividendos a acionistas.