Hospitalidade vira diferencial competitivo para atrair os visitantes de SP

Redação - O Estado de S.Paulo

11/09/2017 | 13h56    

São Paulo hospedou 15 milhões de visitantes em 2016; feira aborda a importância de estar preparado para receber consumidores

A arte de ser um bom anfitrião nunca foi tão valorizada quanto nos dias de hoje. Oferecer uma boa hospitalidade é premissa básica para estabelecimentos comerciais atraírem e fidelizarem clientes que visitam a cidade. Em 20116, São Paulo hospedou 15 milhões de turistas. Os visitantes aumentam a receita do estado. Eles chegam a gastar mais de R$ 11 bilhões, segundo dados do Observatório do Turismo, que têm como base informações do IBGE e do Ministério do Turismo.O potencial do setor é alto. Mais alto ainda para as pequenas e médias empresas, que representam 80% dos negócios do ramo.

“Para vender, você tem que provocar uma experiência, ainda mais em tempos de crise, que os consumidores ficam mais criteriosos com os gastos”, explica Camila Moretti, gerente da Equipotel, principal feira na América Latina para negócios que tangem a hospitalidade e serviços alimentares e que na edição deste ano apresentará os principais produtos e serviços disponíveis neste mercado.

Provocar experiência. Cerca de 35 mil visitantes vão circular entre os 200 expositores da Equipotel. Entre as 200 empresas participantes da feira, 108 são provenientes de São Paulo. O número condiz com a grande importância do turismo para a capital paulista. E para melhor aproveitar o potencial desse mercado a feira não fica restrita a apresentar apenas equipamentos para o setor hoteleiro, como era a proposta que deu início a feira no passado. Restaurantes, bares, pousadas, pequenos hotéis, hospitais, academias e uma série de outros segmentos vão ser contemplados com as novidades de suas áreas. 

“A ideia é apresentar o que pode ser feito para melhorar a hospitalidade dos negócios, mostrar o que já existe e conscientizar que ser um bom anfitrião, preparado para atender as necessidades dos visitantes, aumentam as chances de atrair clientes”, explica Camila.

Neste ano, a feira tratará do tema hospitalidade no amplo entorno do setor de turismo. “Decoração e ambientação, por exemplo, são pontos super importantes para proporcionar uma experiência ao turista. A gente vai mostrar o que de melhor e mais moderno existe no assunto e como isso pode ser incorporado em um negócio local”, diz Camila.