Google lança novo recurso de anúncios para PMEs

Letícia Ginak - O Estado de S.Paulo

11/09/2018 | 16h20   

Chamado de Campanhas Inteligentes, a ferramenta utiliza machine learning para simplificar a criação de anúncios e aumentar a efetividade dos resultados para a empresa

 REUTERS/Mike Blake/Files 

 REUTERS/Mike Blake/Files  Foto: REUTERS/Mike Blake/Files

As micro, pequenas e médias empresas podem agora utilizar inteligência artificial em seus anúncios. O Google lançou nesta terça-feira, 11, as Campanhas Inteligentes, ferramenta do Google Ads específica para a criação de propaganda. Utilizando o machine learning (aprendizado de máquina) como premissa, as PMEs poderão criar campanhas que convergem com os seus objetivos para o negócio, seja receber mais ligações de clientes, aumentar o tráfego na loja física ou impulsionar o número de vendas no e-commerce. 

O recurso foi anunciado em 27 de junho e inicialmente disponibilizado apenas para os Estados Unidos. Na última semana, foi aberto para a Europa e hoje para Brasil e México.

Na prática, o empreendedor precisa selecionar uma categoria de negócio (varejo, serviços, etc), a localidade escolhida para promover a campanha, editar o texto do anúncio e determinar o orçamento. A partir dessas informações as Campanhas Inteligentes aprimoram e distribuem o anúncio para resultados na Busca Google, Google Mapas e Youtube. A plataforma também atua em conjunto com o Google Meu Negócio, cadastro gratuito feito na rede para posicionar a marca no buscador. Para empreendedores que já têm familiaridade com a plataforma, o Google Ads oferece o Modo Avançado, que proporciona a criação de campanhas com maior refinamento.  

“Percebemos que 90% dos novos entrantes no meio digital são PMEs. Criamos a ferramenta para facilitar o crescimento desses negócios e conseguir ajudar no dia a dia desse empreendedor”, conta o diretor de soluções de marketing do Google Brasil, Rodrigo Rodrigues. Ainda de acordo com o diretor, as Campanhas Inteligentes pretendem cumprir três principais objetivos, baseados em estudos prévios do setor e ainda em feedbacks de PMEs coletados ao longo de sete anos, período em que o Google atende o segmento. “O primeiro ponto é fazer com que o pequeno consiga expandir o objetivo do seu negócio em ambiente digital. O segundo é fazer com que a própria ferramenta consiga direcionar o melhor cliente para esse empreendedor, e ela pode fazer isso sozinha. E, por fim, facilitar todo este processo para novos entrantes”, diz Rodrigues.

“As Campanhas Inteligentes juntam várias camadas de machine learning, mostrando o anúncio para as pessoas que são relevantes para o negócio. Pelos sinais de interesse e busca da pessoa, o recurso vai proporcionar o match entre ele e a empresa”, completa a especialista de produtos do Google Brasil, Marcella Motta.

Uma pesquisa interna do Google Brasil feita em 2017 mostrou que 40% dos pequenos negócios no País não têm nenhum tipo de presença online. Ainda nesta pesquisa, o Google coletou que 9 a cada 10 brasileiros usam a Busca Google durante sua jornada de compra. “Negócios que não têm site podem utilizar as Campanhas Inteligentes, pois mais de 30% das buscas são por produtos e serviços locais”, ressalta Marcella.